fofocando-mara-maravilha-baleiaEla se diz evangélica, mas seu testemunho na TV  brasileira nos últimos anos tem deixado a desejar. A apresentadora Mara Maravilha tem um histórico de baixarias e brigas e por isso não seria a representante ideal das mulheres cristãs na TV do país.

Veja abaixo mais um episódio envolvendo o mau testemunho dessa artista que se diz cristã:

A participação da modelo Lívia Andrade na edição do Fofocando de ontem (17) por pouco não terminou em briga. Provocada, a assistente de palco de Silvio Santos disse no ar que a apresentadora Mara Maravilha “é chata pra caramba” e, durante uma discussão, teria dado uma unhada no braço da rival, sentada ao seu lado no sofá que já foi de Hebe Camargo. Estimulada por Dudu Camargo, o Homem do Saco, Mara jogou almofadas em Lívia e quase a agrediu com um vaso para ela.

Fora do ar, Mara foi reclamar para o diretor do programa e teria chorado. No porgrama desta sexta (18), apareceu com um curativo no braço. Segundo profissionais que estavam no estúdio, as duas só não saíram no tapa porque a atração do SBT acabou bem na hora em que a discussão esquentou. Nas redes sociais, Lívia disse logo depois que “não leva desaforo para casa”.

As duas trocaram farpas nos últimos minutos. O clima começou a esquentar quando Leão Lobo leu a notícia de que o ator Ícaro Silva, ex-Malhação, publicara foto em rede social mostrando o bumbum. Houve o seguinte diálogo:

Mara: “Quem é Ícaro Silva na fila do SUS? Você conhece esse ator, Lívia?”

Lívia: “Não conheço”.

Mara: “Tá, a Lívia também não conhece… Porque eu quando não conheço alguém as pessoas me crucificam”.

Lívia: “Não, Mara, eu sou chata, mas você é chata pra caramba”.

Mara (irônica): “Eu também te amo, Lívia”. A câmera mostrou Mara mostrando o cotovelo, insinuando que Lívia teria inveja dela.

Mara: “Lívia, aqui é pimenta, meu amor… Lívia, meu nome não é Hellen [Ganzarolli], nem Flor [também participantes do Programa Silvio Santos]”.

Lívia: “Hellen não é chata”.

Mara (irônica): “Você é tão educada…”

Mara reincorporou a barraqueira que interpretou em 2015 em A Fazenda (Record) e passou então a fazer caretas enquanto Lívia falava e a cantarolar “Nhem, nhem, nhem”. Lívia não perdoou: “Gente, quando ela faz isso, e eu em casa vendo [o Fofocando], automaticamente mudo de canal”.

O apresentador Leão Lobo percebeu que a situação poderia sair do controle e pediu para Mara mudar de assunto. Mas o novo assunto, um livro em que o padre Fábio de Melo revela que quase largou o celibato por uma paixão, reergueu o barraco. Mara informou que o religioso irá ao Fofocando: “Graças a Deus uma pessoa iluminada!”

Lívia entendeu a provocação. “Acho que ela está querendo arrumar treta comigo”. Em seguida, o Fofocando virou um Casos de Família, um bate-boca envolvendo religião. “Mas o programa aqui é de fofoca”, tentou se justificar Mara. “Eu não gosto de fofoca, eu gosto de falar na cara”.

Almofadas voaram, um vaso por pouco não virou uma arma e o programa acabou repentinamente. Você pode conferi-lo neste link _o “melhor” do barraco está nos últimos três minutos.

Compartilhar

Comentários

comentários