screenshot

O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, é o novo presidente dos EUA após vencer Hillary Clinton. Porém, uma notícia vinda de Israel já avisara sobre a coroação do bilionário como o mais novo líder da maior potencia mundial.

O rabino israelense Matityahu Glazerson, estudioso do livro sagrado, afirmou que códigos ocultos na Bíblia previam a chegada de Trump à Casa Branca, com uma vitória nas eleições de ontem, 08 de novembro.

De acordo com informações do site Breaking Israel News, Glazerson se apresenta como um especialista na interpretação de códigos ocultos no Velho Testamento, escrito em hebraico antigo.

A explicação do rabino foi apresentada em um vídeo em que ele afirma que encontrou seções de textos nos livros de Números e Deuteronômio em que a palavra “Donald” aparece acompanhada de “nasi”, que significa presidente em hebraico.

O pesquisador norte-americano Matt Slick, fundador do Ministério de Pesquisa e Apologética Cristã, afirmou ao portal Christian Post que as afirmações do rabino causam certa curiosidade, mas não convencem.

“Definitivamente são padrões numéricos nas Escrituras que, por vezes, são muito interessantes e atraentes. No entanto, o conceito de código da Bíblia, na minha opinião, parece um pouco estranho”, comentou.

Para Slick, mesmo que o bilionário falastrão não vencesse o pleito, não se deve acreditar que esse código na Bíblia tenha realmente a função específica de prever esse fato: “Para que eu seja convencido, essa pessoa teria de prever diversas coisas com antecedência, não apenas uma”, ponderou.

Há uma linha de pensamento entre estudiosos da Bíblia que prega a possibilidade de usar as Escrituras para prever desfechos de eventos nos dias atuais. Um exemplo é o caso do ortodoxo Kikar Hashabbat, que afirmou que Hillary Clinton venceria a corrida à presidência dos Estados Unidos, pois códigos nos livros de Gênesis e Levítico constituíam a frase “Hillary Ne’siah”, que pode ser traduzida como presidente Hillary.

Compartilhar

Comentários

comentários