vidal-porno

Julio Vidal foi um dos atores da indústria adulta mais conhecidos do país. Ele fez mais de 300 filmes pornográficos, envolvendo homens e mulheres, chegando até a contracenar com a ex-chacrete, Rita Cadillac. Giuliano Ferreira é hoje um pastor respeitado.

Ele diz em seus cultos que o sexo fora do casamento é pecado. O que Julio e Guiliano tem em comum? Eles são a mesma pessoa, como mostra uma matéria exibida nesta semana pelo programa ‘SuperPop’, apresentado por Luciana Gimenez, na RedeTV!. Nos cultos, Guiliano diz que estava desempregado, quando um homem o parou na rua e perguntou se ele queria ganhar dinheiro fácil.

O tal empresário, dizendo que Ferreira era “gostoso”, o convidou para dançar em uma casa noturna. A partir daí, começava o caminho que o levaria à indústria dos filmes de sexo. Vidal virou um sucesso do conteúdo voltado para pessoas acima dos 18 anos. Ele fazia cenas novas todas as semanas. Em menos de dez anos de carreira na indústria adulta, esteve em mais de 300 filmes, ganhando muito dinheiro e conhecendo todo o mundo. Seu corpo e dotes eram conhecidos e premiados pelas produtoras, que faziam questão de tê-lo em seu casting.

De acordo com o hoje pastor, após gravar o filme com Rita Cadillac, ele se sentiu muito mal. O religioso ficou então cinco dias internados, entre a vida e a morte. No leito da cama, ele diz que descobriu o caminho de Deus e desde então ministra a palavra dele. A revelação de que o pastor foi ator pornô até hoje choca os fiéis evangélicos, que dizem que não cabe a eles julgarem. “É o poder de Deus. A gente espera que ele tenha realmente se arrependido, mas o testemunho é importante para mostrar que todo mundo pode mudar”, disse uma das entrevistadas do programa de Luciana Gimenez.

Nos filmes adultos com outros homens, que ainda podem ser encontrados facilmente no Google, o ator atuava como dominador na maioria deles. Em alguns, os mais conhecidos, no entanto, ele era dominado. Hoje, com uma vida de celibato, ele tenta conquistar ovelhas para Jesus.

BlastingNews

Compartilhar

Comentários

comentários