Uma jovem morreu durante o culto em uma igreja da África do Sul. O responsável seria o pastor, que para ilustrar o poder da fé pediu que ela se deitasse no chão. Obedecendo ordens, obreiros colocaram sobre ela uma pesada caixa de som.

O líder religioso ficou sentado sobre ela enquanto afirmava que a mulher não sofreria nada e continuou a pregar alguns minutos sobre o milagre que ela estaria precisando e que receberia por ter crido.

De acordo com relatórios do site WND, ela acabou morrendo devido a ferimentos internos causados pelo peso excessivo colocado sobre seu corpo. As fotos do incidente estão disponíveis no Facebok do pastor. Ele se recusou a falar com a imprensa.

O pastor Lethebo Rabalango, líder da Assembleia Geral do Monte Sião desejava fazer uma demonstração de poder. Garantiu aos presentes que a jovem cujo nome não foi revelado, não sentiria dor. Ela fazia parte do grupo de louvor e teria se voluntariado, pois estava enfrentando problemas de saúde.

O sermão da noite era sobre quando Jesus andou sobre as águas. O pregador insistia que os presentes também poderiam fazer “qualquer coisa, desde que fosse com fé”.

Segundo a imprensa local, a mulher desmaiou durante a pregação. Socorrida, afirmou que tinha muita dor. Desconfiados que ela tinha quebrado uma costela, membros da igreja a levaram para um hospital. Ela não resistiu e acabou morrendo por que o grande peso esmagou seus pulmões. Aos membros da congregação, Lethebo disse que a “culpa” era da mulher que não teve fé para resistir a “algo simples”.

Abusos investigados

Este é mais um caso que será investigado pela Comissão para os Direitos Culturais, Religiosos e Linguísticos da África do Sul (CRL Rights Commission).

As autoridades estão exigindo que vários líderes religiosos da África do Sul respondam judicialmente pela “comercialização de religião e abuso de crença”.

Em junho, o pastor Penuel Mnguni gerou grande polêmica ao passar com seu carro sobre duas pessoas que estavam deitadas na rua. As imagens foram feitas em frente ao estádio Kameelrivier, onde ocorria uma de suas cruzadas de fé.

Ele explicou aos presentes que se tratava de uma “demonstração de poder”. Deu um “comando” para que os homens caíssem no sono. Quando estava com o carro sobre seus corpos, mandou que eles acordassem. Depois de passar por cima dos fiéis, perguntou se eles sentiram alguma dor e a resposta foi “nós não sentimos nada”.

Não satisfeito, o pastor deu marcha a ré, passando novamente sobre eles. Para espanto dos presentes, os homens se levantaram e começaram a dançar e louvar a Deus. Segundo o pastor, a demonstração de fé serviu para comprovar que o cristão tem em si “o poder e a habilidade dados pelo Espírito Santo de Deus”.

Vimos no GospelPrime

Compartilhar

Comentários

comentários