62Quando Jesus falou sobre os sinais de sua vinda, Ele deixou bem claro que muitos destes aconteceriam nos céus e na terra. Nos céus já temos visto que as mudanças acontecem constantemente cumprindo-se a Palavra do Salvador.

Na terra não é diferente, falta de amor, guerras, maldade e outros fatos que mostram que o fim vem! Porém há alguns acontecimentos que chocam de uma maneira especial pelo seu nível de absurdo e natureza mundana que o cerca.

É o caso das duas notícias que chegaram aos nossos olhos e ouvidos tempos atrás. Leia abaixo e tire suas conclusões, pois isso é também um sinal de que Cristo breve voltará:

Modelo evangélica será capa da revista Playboy

Anos atrás, a revista Playboy dedicada a fotos de mulheres nuas anunciou que a modelo Aline Franzoi posaria para capa da revista. Ela já participou de concursos de Miss e também teve uma participação no novela “Guerra dos Sexos”.

Aline ganhou notoriedade ao se tornar a primeira ring girl  do UFC (Ultimate Fighting Championship).

Com apenas 20 anos a modelo realizou um ensaio sensual para revista Vip. Quando perguntaram se ela posaria nua, respondeu que não por ser evangélica. O que despertou surpresa.

A revista saiu e ela estava lá, na capa.

Em entrevista ao Uol, ela declarou. “Sou evangélica e uso meu Facebook para dizer o quanto Deus foi e é poderoso em minha vida. E, afinal, o que tem de errado? É muito relativo o que é certo e errado, concilio não só essa nova carreira, como a carreira de modelo também, pois, na minha concepção, Deus olha o nosso coração e a nossa intenção”.

Evangélica causa polêmica ao participar do Miss Bumbum

A entrada do prédio de Rebeka Francis amanheceu pichada com a frase “Miss Bumbum do Capeta”, por ser evangélica a jovem passou a receber críticas por participar do concurso.

Natural de Rondônia, Rebeka ela dividiu um apartamento em São Paulo com Andressa Urach, a vice ganhadora do concurso de 2012, elas até pensaram que a frase foi escrita para Andressa que acumula desavenças no mundo virtual, mas Rebeka tem certeza de que foi pra ela.

“Aquilo foi pra mim, pois há dias tinham uns perfis fakes em minhas redes sociais falando sobre minha religião. Como é algo que realmente me ofende, eles acharam meu ponto fraco e quiseram me humilhar. As pessoas são maldosas e acabam não tendo noção de seus atos”, disse ela ao portal EGO.

Nem a família de Rebeka, que também é evangélica, apoia essa tentativa de jovem de se tornar Miss Bumbum. Eles aceitaram que ela participasse, mas não são favoráveis ao fato do concurso ser extremamente sensual.

Se para os evangélicos é desaconselhável mostrar o corpo de forma sensual e erótica, para Rebeka o concurso não interfere em sua fé. “Posso sensualizar, sim, sem problema nenhum, mas uma coisa é o concurso, outra é a minha religião. Jamais vou sensualizar em uma igreja”, afirmou.

É O FIM!

Compartilhar

Comentários

comentários