Moisés Lugli é ex-pastor da Igreja Mundial do Poder de Deus, fundada pelo apóstolo Valdomiro Santiago. Lugli tem um canal no YouTube e conta como era sua rotina dentro da instituição, fazendo declarações de crimes e corrupção, dentro da denominação religiosa. Para ele, a Igreja Mundial é uma seita e não pode ser considerada igreja, pois engana a muitos, pregando um evangelho distorcido, com pretexto de enriquecer às custas dos fiéis.

Lugli foi pastor nesta instituição, que ele chama de empresa, durante 7 anos, passando por vários estados do Brasil. Como participou ativamente das atividades da Mundial, ele declara ter conhecido um lado obscuro da instituição religiosa, que tem prejudicado a fé das pessoas. Ele afirma que quem se aprofunda nas atividades desta igreja acaba se decepcionando, conhecendo um lado que segundo ele, é negro e diabólico.

Moisés afirma que muitos pastores são ateus, e que ele, inclusive, também era. O ex-pastor confessa que estava na instituição religiosa pela facilidade de conseguir dinheiro, conquistado de formas escusas, como propinas. Para ele, quem entra como líder nesta denominação, tem o intuito de se beneficiar, financeiramente falando.

No vídeo ele também conta sobre um assalto forjado por um membro da igreja, onde todo o dinheiro arrecadado durante um evento religioso seria levado, assim a instituição seria lesada, mas os criminosos não seriam descobertos. O bispo, sabendo do plano, encomenda a morte do cabeça do assalto. Moisés conta que esse tipo de coisa é muito comum dentro da instituição, não sendo um caso isolado.

Lugli também afirmou que muitos líderes se reúnem em boates e usam drogas com o dinheiro ofertado pelos fiéis. Eles também tramam uns contra os outros,  inventando pretextos para prejudicar os colegas. Moisés diz que o que move todos dentro da instituição é o interesse pelo dinheiro. Segundo ele, muitos fazem as reuniões bêbados.

Ele convida ex-pastores da Igreja Mundial a falarem o que eles viam dentro da denominação, para que todos saibam que estão sendo enganados. Veja o vídeo:

A fonte da matéria é do pessoal do BlastingNews

Compartilhar

Comentários

comentários

  • Dias Edson

    Nos cristãos não devemos criticar deixo nas mao de Deus ele sabe tudo vê tudo Deus conhece coração todos
    Eles prestarão contas a Deus
    Fiquem na paz Senhor Jesus