images
Claudia, da dupla canção e louvor, é uma das envolvidas no mal entendido

Na semana passada, uma notícia polêmica chegou às redes sociais através de Leandro Prado, amigo da cantora Ariely Bonatti. que divulgou uma situação que comoveu grande parte dos admiradores da voz de “O Tribunal” e que, de fato, deixou todos curiosos.

Leandro expôs o impedimento do uso das canções de dois compositores que estariam no novo álbum de Ariely Bonatti. Sem citar nome, o designer deu a entender que causa do impedimento era uma suposta “inveja” por parte dos autores, uma vez que a canção poderia trazer uma popularidade a mais à cantora da MK Music, e não a si próprios (os compositores).
Outro fator que também contribuiu para que o assunto gerasse ainda mais polêmicas envolve outro artista, mais reconhecido no meio gospel – de uma gravadora distinta – que obteve autorização para gravar às canções antes apresentadas à Ariely. Em sua página no Facebook, Prado se refere aos compositores como hipócritas e arrogantes confira a nota:

Hoje acordei assim, chateado com o que alguns “compositores” fazem, não tem sentimento algum, compositores que em breve os divulgo, machucaram tanto uma cantora que ontem era só lágrimas e choro. Após CD todo pronto a impediram de gravar a música. Um deles com medo que a mesma os prejudica-sem, olhando ela como concorrente, existe isso no nosso meio? é lamentável, na igreja passam aquela linda imagem de humildes cheios de Deus e o “fogo” pega, mas no whatsApp a prepotência e arrogância não falta, nem parece que estamos falando com cristãos, não vivem o que cantam, é fácil compor músicas apontando o cisco do olho do outro mas esquecem que tem uma trave no seu. Cansado de ver tanta gente hipócrita em altares, que estão apenas querendo fama e dinheiro, querem todos os altares da terra mas esquecem que o maior altar é o céu. Para entrarem em discursos em polêmicas do tempo atual em suas canções é fácil, mas não tem moral alguma pra apontar nem uma prostituta muito menos homosexual, e muito menos ainda falar da globo por que já sabemos como lá é, assiste quem quer! pior são esses que usam mascaras nos templos. Eu não sou perfeito sou cheio de falhas e erros, mas não brinco com sentimentos, sonhos das pessoas e muito menos com ministérios.

Nas redes sociais o assunto permaneceu dividindo opiniões dos internautas. Na última quinta-feira (28), o marido da cantora Gisele Nascimento, Rogério Gentil, decidiu tomar uma posição e expor o nome dos compositores Leandro Borges e Cláudia Canção (da dupla Canção e Louvor).
De forma desdenhosa, Rogério se refere à Claudia como uma compositora pouco conhecida, e ao cantor Leandro, diz ser dono de uma música ‘nada ver’: “(…) Quem é Cláudia do Canção??? Só conheci agora, depois que fez essa palhaçada com a Ariely, porque até então, nunca tinha ouvido falar e nunca tinha ouvido nenhuma música dela. (…) Quanto ao Leandro Borges, também ficou feio, mesmo, ele sendo um pouquinho mais conhecido por causa de uma música, nada a ver, depois de ter autorizado a gravação da música, com o CD já pronto, voltar atrás, para dar a música para uma outra cantora, só porque a outra cantora, é um pouco mais conhecida (…).”, declarou.
Porém não acabou por aqui! Após ser exposto, Leandro Borges decidiu tomar posição sobre tal situação. Através de um vídeo postado em seu perfil pessoal do Facebook, ele preferiu não retribuir os ataques, apenas se limitou a esclarecer, deixando claro que não chegou a autorização para gravação de sua canção quando ele a ofereceu para Ariely Bonatti há mais de um ano, e que, por não saber que sua composição havia entrando para o repertório da artista, ofereceu à cantora Damares e sua canção tão logo foi selecionada para o futuro álbum desta. Confira abaixo o vídeo do esclarecimento:

Atualizado às 15h, de 31 de julho de 2016: 

Em alguns comentários, Claudia deixou suas palavras a cerca do ocorrido, reafirmando o que Leandro Borges comentou.  Veja:

Ainda no Facebook , Rogério se desculpou com os internautas.

Compartilhar

Comentários

comentários