Leiam a matéria com entrevista que a irmã deu a um site.
4tq5nurs2y_95ctsl0x3a_fileMuitas pessoas estão acostumadas a ver Gabi Dezan, a Life Coach das Estrelas, exibindo suas curvas em ensaios nos quais posa de biquíni e mostra seu corpo em forma, mas o que pouca gente sabe, é que a modelo e atleta e evangélica.
Conhecida por seu trabalho com diversas famosas, que melhoraram sua qualidade de vida e perderam peso com sua consultoria e por seus vários títulos no fisiculturismo, Gabi Dezan revelou que é sempre questionada sobre relação de sua fé e seu trabalho, que depende da exposição de seu corpo.
Muitas pessoas me questionam sobre o assunto. Mas na Bíblia diz que não podemos cultuar o corpo e nem nos prostituirmos, em momento algum diz que não se pode ser uma atleta de fisiculturismo. As pessoas questionam muito as fisiculturistas mas não questionam uma nadadora, ou uma ginasta, por exemplo, que está nas Olimpíadas. Então, ao meu ver, as pessoas criticam mais nós fisiculturistas porque infelizmente muitas mulheres nesse meio acabaram sujando um pouco a imagem de nós atletas. Eu não me prostituo, não vendo meu corpo para ganhar dinheiro, ou fama. Não faço questão de ser sensual. Uma fisiculturista correta apenas trabalha duro e por anos para moldar o físico de acordo com o que uma categoria pede para ser julgada no dia da competição pelo árbitros”, diz Gabi Dezan.
Casada com o nutricionista Daniel Dezan, Gabi faz questão de exaltar que o caráter é o que mais vale em qualquer atividade para que o respeito seja conquistado: “Acho que quando se é correta e se tem caráter a sua própria postura faz as pessoas te respeitarem, mas infelizmente muitas mulheres que não são atletas cresceram muito nas mídias, ganharam títulos de musas e descobriram aí uma oportunidade de fazer dinheiro, o que faz as pessoas associarem musa com mulheres vulgares ou erradas.”
Sobre sua fé, Gabi Dezan destaca que a religião está à parte de seu trabalho e que suas crenças não a fazem nem melhor, nem pior do que outras pessoas.
“Sou evangélica sim, mas não creio que religião salva alguém, ou faz de alguém melhor. Muito evangélico bate no peito e se acha com a salvação garantida pelo simples fato de irem a igreja. Mas fofocam, julgam, mentem, enganam. Então não gosto desse rótulo de religião. Frequento a igreja, já preguei diversas vezes, uso minhas redes sociais para ministrar mulheres quebrantadas, mas não acho que tenho Deus, ou sou de Deus por conta disso. Acho que tenho Deus e sou dele porque procuro ajudar ao próximo, porque não minto, não julgo, não traio, respeito meus pais, enfim.. tento imitar Jesus aqui nessa terra todos os dias. Erro? Claro, todo mundo erra, mas passarei todos os dias da minha vida tentando ser melhor e não cometendo o mesmo erro mais de uma vez”, conta Gabi.
A life coach também diz que assim como não gosta de ser julgada, já não julga mais os outros: “Sobre aparecer de biquíni. Já fui uma pessoa que julgava outra pela imagem dela, mas, será que Jesus fazia isso? Foi pensando assim que aprendi que definir o caráter de alguém só porque este alguém está com um biquíni é muito pior do que estar de biquíni. Dificilmente me verão de biquíni fora do palcos, ou fora de ensaios profissionais (porque de fato seria difícil um ensaio profissional relacionado a minha carreira de atleta sem estar de biquíni) Não vejo mal algum eu cuidar do corpo, muito pelo contrario, Ele é Templo do espírito santo.. temos que cuidar dele sim.. O que não podemos é inverter valores.”
Gabi ainda faz questão de dizer que as críticas que recebe, não abalam sua fé e muito menos seu trabalho, pois conta com o apoio de sua família e líderes religiosos.
“Não procuro dar satisfações as pessoas que questionam minha vida com Deus por conta do meu esporte. Se fosse errado, ou pecado não haveria atletas de Cristo.Tenho aprovação dos meus pastores, do meu marido e da minha família: e isso me basta. Eu gosto de uma frase que diz: quem faz o certo não teme a colheita”, finaliza Gabi Dezan.
Voltamos
E o que você acha? O cristão pode se manter em um emprego assim sem macular o Evangelho de Cristo?
Sejam moderados e reflitam sobre isso. Glorificar a Deus é para poucos, que Deus abençoe a Gabi Dezan.
Compartilhar

Comentários

comentários