62
         Escândalos, mentiras, polêmicas e a morte de seu líder: Qual o futuro do Congresso dos Gideões?

O Congresso Gideões Missionários da Última Hora, criado há mais de 30 anos pelo pastor Cesino Bernardino, que faleceu no último dia 30 de julho, tem sido uma verdadeira bênção para os trabalhos missionários no Brasil e no mundo. Mas muita gente que se preocupa com o trabalho sério desenvolvido pelo pastor Cesino, teme agora ver um dos maiores congressos do mundo ser somente uma fachada para os corruptos e mentirosos que há tempos tem seus pecados denunciados, confirmados inclusive pelo seu criador.

Veja o histórico das denúncias que tem chegado contra os bastidores dos GMUH:

1ª Denúncia

Em 2014,  o Congresso Gideões Missionários da Última Hora foi alvo de denúncias na letra da música “Gideões: Prostituta de Terno e Gravata”, do pastor e cantor Juninho Lutero. A letra da música trazia denúncias sobre drogas, prostituição e bebidas entre pastores e organizadores do evento.

Em um momento da composição o pastor Juninho Lutero afirma que a organização do evento pentecostal cobrava o valor de R$ 50 mil reais de pastores que desejassem pregar no evento e adicionou no vídeo um pregador falando sobre o pagamento.

Além de acusar os líderes que participam de serem usuários de drogas e de ingerirem bebidas alcoólicas, mas justificando que não se refere a todos que participam do evento, porque no Congresso Gideões da última Hora tem poucos homens de Deus, mas existem.

E fazem alusão as cantoras que participam do evento, que segundo ele chegam a se deitarem com organizadores do evento para poderem ter a oportunidade de cantar “seus falsos louvores” no congresso. No refrão o cantor faz a afirmação dizendo: “o que existe nos bastidores é indecente. Cantoras que se deitam com organizadores, pra poderem cantar nos Gideões seus falsos louvores. Por um minuto de fama vão pra cama com pastores que espiritualmente estão na lama. Mulheres sem unção, de saião e cabelão, vendem o corpo em Camboriú pra ter o microfone na mão”.

2ª Denúncia

Muita gente achou grave demais as acusações na letra do cantor Juninho Lutero, porém ficaram surpresos ao verem o próprio pastor Cesino Bernardino confirmar muitas delas. Durante uma das reuniões do 32º Congresso dos Gideões, o pastor admitiu que havia pastores que compareciam ao evento embriagados e que ao final do dia se encontravam com cantoras gospel em motéis. Cesino também reclamou que naquele ano não pode contar com as estrelas de sempre, as quais estariam cobrando cachês altíssimos.

3ª Denúncia

Agora em 2016, o pastor Marco Aurélio, que segundo diz é um ex-assessor do pastor Cesino, gravou e divulgou um áudio em diversos grupos de WhatsApp em que ele ameaça contar tudo o que sabe sobre os bastidores do Gideões. Ele diz que todos ou pelo menos a grande maioria dos pastores que pregam lá, tem que pagar para ter uma oportunidade. Ele conta que muitos se endividam, vendem carros, casas, tomam emprestado de agiota, para poder ter a chance de subir ao altar e aparecer no maior congresso evangélico do país. Marco Aurélio diz que em breve irá sair uma entrevista em que ele vai contar tudo o que viveu lá dentro, e diz que depois desta entrevista será difícil do Gideões ficar de pé.

Nos áudios divulgados, ele fala sempre no pastor Reuel Bernardino, filho do pastor Cesino e vice presidente do congresso. Ele diz que foi refém de Reuel muitos anos, pagando propinas o tempo todo para poder realizar seu trabalho. Ele conta que chegou a ser ameaçado de morte e que um sobrinho de Reuel teria comprado uma arma para matá-lo.

5ª Denúncia

Quase igual caso do cantor Juninho, quando ninguém deu muita trela para o que ele disse e depois tiveram que ver o testemunho de alguém mais famoso para dar o amém. assim também está acontecendo com o pastor Marco Aurélio. Depois das denúncias dele, os evangélicos viram nada menos que o pastor mais influente do país se pronuciar sobre o assunto. O pastor Silas Malafaia, que já pregou no congresso em um tempo não tão distante, soltou um Twitte pouco tempo depois das denúncias dizendo que quer mesmo é que os escândalos sejam revelados, mas não com essas palavras, claro.

Screenshot

 O que acontecerá agora?

Diante de uma série de denúncias, escândalos, polêmicas e por último a morte de quem era ainda um referencial dentro do Grande Congresso dos Gideões Missionários, as especulações começaram e todos querem saber: O que será dos GMUH?

Esperamos que os hipócritas e mentirosos sejam banidos daquele lugar, oramos também para que o congresso tome um rumo mais bíblico e não continue sendo para muitos só lugar de entretenimento e palco para seus shows.

Deus abençoe os Gideões!

 

Compartilhar

Comentários

comentários